Hoje é dia...

About Me

Celia
Sou uma pessoa comunicativa, que adora a vida. Amo minha familia. Sou de Fortaleza, mas moro em Estocolmo desde 1989. Adoro cozinhar.
Visualizar meu perfil completo

Search

Carregando...

Seguidores

Mural

Blog Archive

Contador

Meiroca. Tecnologia do Blogger.

online

quinta-feira, 5 de março de 2009

PostHeaderIcon SER CARTEIRA...







Depois de 20 anos trabalhando como carteira, cheguei a conclusao que somos tambem um pouco ouvinte...amiga... Outra coisa que me fez pensar, é que sem querermos, nos envolvemos com as alegrias e tambem com as tristezas das pessoas que entregamos cartas diariamente. Por outro lado, passamos a ser uma pessoa que eles esperam. Esperam pra saber se receberao cartas, se chegou mais uma conta, pra participar de alguma coisa que aconteceu, e tambem pra falar de alguma coisa que nao esta bem. Criamos assim um elo de amizadexconfianca.



Tem uma senhora que morava na rua onde eu entrego correspondencia. Quando vinha um pacote pra ela, eu sempre levava, pois ela sempre estava em casa. Quando eu batia na porta, ela vinha sempre com seu estado de espirito estampado no rosto; alegre ou triste. Eu sabia logo como ela estava. Haviamos conversado muitas vezes e ela parecia uma pessoa muito sozinha. Até que um dia ela me falou que tinha 5 filhos e 4 noras. A familia nao era como ela esperava.



Um dia ela mudou pra outra rua, perto de onde eu trabalho. Quando ela abriu a porta, estava chorando, pois iria mudar-se e perderia o contacto comigo. Fiquei preocupada nesse dia. Expliquei pra ela, que eu sempre teria um tempinho pra ir la na nova casa e falar com ela. Assim faco até hoje. Duas vezes por mes, vou lá durante meu trabalho. Ela é uma pessoa muito querida


Sem querermos, passamos a saber muito da vida de cada uma daquelas pessoas. Atraves dos cartoes de parabens...felicitacoes, fico sabendo quem terminou os estudos, quem ganhou bebe, quem está de aniversário, quem viajou e mandou cartoes para os filhos ou vice-versa, quem vai se mudar. Tudo isso é interessante e gostoso de participar com eles, quando eles vem me contar.


Agora, uma coisa que me deixa triste mesmo, é quando distribuo uma correspondencia que tem escrito assim "DÖDSBO". Isso significa que a pessoa faleceu. Tinha uma senhora, que eu sempre encontrava com ela quando ela voltava da ginastica, duas vezes por semana. Eu distribuia cartas na casa dela. Dai sempre conversavamos um pouco. Passaram-se alguns dias e eu nao a vi mais. Dai vi um envelope enderecado a ela com essa observacao. Olha, fiquei arrasada. Uma pessoa alegre, comunicativa... Sei que nao devemos nos envolver mas, é dificil.


Hoje aconteceu outra vez. Um casal já idoso que eu sempre encontrava com eles no elevador. Hoje eu soube que ele faleceu. Nao preciso dizer que fiquei pensando nele e na esposa tao velhinha. Infelizmente, existem muitas pessoas aqui, que nao contam muito com a familia. Como falou bem um estrangeiro que mora aqui, "as pessoas até ajudam algumas instituicoes mas, esquecem de ajudar a quem está tao perto, a familia."


Entao ser carteira, tem coisas alegres e coisas tristes.

1 comentários:

nada como um dia apos outro disse...

Poxa que interessante. Nunca imaginei que esse trabalho seria assim.