Hoje é dia...

About Me

Celia
Sou uma pessoa comunicativa, que adora a vida. Amo minha familia. Sou de Fortaleza, mas moro em Estocolmo desde 1989. Adoro cozinhar.
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Mural

Blog Archive

Contador

Meiroca. Tecnologia do Blogger.

online

domingo, 4 de outubro de 2009

PostHeaderIcon DESPATRIADOS, MAS FELIZ !!!!!!!!!!!!




Em marco de 1989, troquei meu pais tropical, por outro com a temperatura chegando a menos 20 graus, no inverno. Aqui chegando, fiquei encantada com tudo. Era tudo tao lindo...tao diferente.

Comecei logo a estudar o idioma. Na escola, encontrei pessoas que logo me alertaram que os suecos eram frios...antipáticos. Eu nao deveria confiar neles. Com o tempo, descobri que os suecos nao eram frios e antipaticos. Eles eram reservados...timidos na maioria. Mais na frente, descobri uma pequena minoria que se mostravam racistas...intolerantes. Fiquei triste no inicio. Tive uma experiencia com um sueco, que nao foi nada agradavel. Depois disso, pensei muito e vi que o problema estava com eles e nao comigo. Passei a ser mais feliz.

As diferencas encontradas foram muitas. Logo que mudei, minha primeira janta, foi carne, batata e salada. Cade o arroz...o feijao...a farofa?????Como senti saudades desse trio. Dai comecei a ver que a gastronomia daqui, era diferente e eu teria que me adaptar, já que moraria aqui. Assim fiz. Passei a comer batatas, que é o complemento principal daqui. Eu nao sabia cozinhar. Que outra alternativa eu tinha?????

Outra vez, fui jantat nos meus sogros. A entrada, era a metade de um abacate com maionese e camaroes. Tomei um susto. Que estavam fazendo com minha fruta predileta, que costumo comer batida com acucar??? Meu marido explicou-me que o abacate aqui na Suecia, é uma verdura e nao uma fruta. Com o tempo, aprendi a gostar e hoje, como das duas maneiras.

Como voces podem ver, foram muitas as diferencas de cultura...hábitos, mas eu estava determinada a aceitar e abracar todos eles. Eu nao tinha vindo aqui pra passear. Eu tinha vindo pra morar. Eu nao poderia morar aqui e ser feliz, pensando nas coisas do meu pais, ou querendo fazer as coisas como se estivesse vivendo lá.

Fiz questao de passar essas experiencias que eu vivi, para enfatizar que procurando nos adaptar a uma nova situacao, é um dos passos para uma vida feliz.

Se voces me perguntassem, o que contribuiu para eu ser feliz aqui, eu diria o seguinte:

- Procurei aceitar/adaptar as coisas novas que foram aparecendo, na nova cultura do meu novo país.
-Procurei aprender logo o idioma local, pra poder me comunicar.
-Nao rotulei as pessoas, antes de conhece-las bem.
-Nao fiquei comparando meu novo país, com o meu de origem.
-Procurei respeitar/aceitar os novos costumes, hábitos e cultura do novo país.
-Nao tive medo de provar coisas novas e diferentes, antes de dizer que nao gostava.
-Descobri, que nao morava mais no país, onde as pessoas tem uma alegria estampada no rosto/corpo, mas que moraria num país, onde o povo tambem era alegre, embora demonstrasse de forma diferente.

Finalizando, posso dizer que essas coisas ajudaram-me a ser feliz. Abriram o caminho da minha felicidade que carrego até hoje.

Claro que nem tudo foi maravilhoso nessa caminhada. Ocorreram alguns momentos e situacoes dificeis. Algumas pedras atravessaram esse caminho, mas digo a voces, que o saldo, foi a felicidade que encontrei.

Esse assunto faz parte da Blogagem Coletiva que nossa querida CICA resolveu fazer.

1 comentários:

Wanda disse...

Oi Célia legal ler este seu texto. Realmente você esta bem adaptada aqui.Cheguei a comentar com a minha filha que acho lindo esta maneira com que você leva a vida brasileira asuecada ou seria sueca abrasileirada. Vocë realmente juntou o melhor das duas culturas. Gostaria de ter a receita e segui-la. Mas com certeza não existe receita, existe pessoas assim como você.Eu do meu lado confesso que tem sido, muito, muitíssimo dificil. Estou como aquela musica "Não sei se vou me adaptar, não, não ..... Beijos Wanda